terça-feira, 27 de abril de 2010

terrorismo de mercado

É óbvio que a situação do país já foi melhor, como também já foi bem pior, mas a julgar pela nota da Standard & Poor's este país caminha para um fim próximo. Para esta agência de rating como para a Fitch, quase 900 anos de história, a capacidade adaptativa, a solidariedade do povo português (dentro e fora do território) - enfim - o "desenrascanço" em situações de contrariedade absoluta, não valem nada. A democracia portuguesa vê-se, por capricho de uma gentalha que não teve a capacidade de prever o precipitar da crise, completamente ameaçada. Não tardará a cair este governo e mais outro que não privatize ainda mais o sector público até que a classe média se afogue em impostos e na precariedade dos seus direitos, pois os juros da dívida do estado sobem às demandas. Se é isto a União Europeia e o mercado livre, então que vão todos para a grande puta que os pariu.

4 comentários:

Paulo Pinto disse...

É cada vez mais claro que (já) não vivemos em democracia. Mas também não é ditadura, aristocracia, fascismo ou qualquer outro sistema já visto. A palavra ainda falta ser inventada, mas a definição vai ganhando forma. Quem governa o mundo já não são os governos.

ana bela disse...

vivemos numa partidocracia.
enquanto o governo português se hipoteca cada vez mais junto da banca.
e quem está a passos de governar o mundo são os chineses que vão estendendo os seus tentáculos!!!

RUi Magalhães disse...

o euro veio duplicar o preço dos produtos, mantendo o preço "antigo" dos salários, tornando a "vida" mais cara.grande parte dos produtos que adquirimos são importados, pois infelizmente, ainda há a ideia estúpida que o que vem de fora é que é bom, ou então que "santos da terra não fazem milagres"

importamos produtos por esse mundo fora e a questão que eu levanto é:

porque não se investe naqueles(engenheiros, cientistas,etc) que criam o produto, tornando-o exclusivo do nosso país??

recentemente, dando um exemplo de futebol, uma equipa francesa, após gastar fortunas na contratação de jogadores ao fc porto, resolveu, ao que tudo indica, fazer uma proposta para contratar...os olheiros do fc porto!!...o nome que eu dou a isso é inteligência e, tenho a certeza, que por cá estamos bem servidos do respectivo QI.

então, se assim é, e se, como todos sabem, estamos "atrasados" uns bons anos em relação a países mais desenvolvidos,uma posição que até é vantajosa, pois possibilita-nos "seguir" apenas os projectos de sucesso, qual a necessidade de estar,constantemente, a cometer os mesmos erros que esses países cometeram há dezenas de anos?

gostamosquenosenganem disse...

ladrões!!! continuem a desviar os € para as "ajudas de custo", prémios e salários milionários dos administradores das empresas públicas...e claro que para tapar os buracos toca a mexer com os impostos e com os subsídios do mexilhão...gatunos!!!