segunda-feira, 17 de maio de 2010

Ensurdecedor

o "Silêncio" na crónica de Jales de Oliveira.

6 comentários:

ana bela disse...

esse silêncio é tão ensurdecedor que nem o link funciona ;)

Paulo Vieira disse...

Ana Bela experimente aqui:

http://jornalobasto.com/o.php?new=199_05/2010/luujales-de-oliveira/

Marco Gomes disse...

tens de tirar o htt (antes do http://) e o p:// (depois de http://jornalobasto.com/o.php?new=199_05/2010/luujales-de-oliveira/p://).

get it?

Vítor Pimenta disse...

corrigido :P

Maximus disse...

Após alguns anos de vivências e experiências sociais mais profundas, sinto-me cada vez mais desfasado do que me foi transmitido decorrente do 25 de Abril de 74.
Democracia? Qual democracia? Vivemos numa ditadura disfarçada democraticamente, onde o povo - cerne da sociedade - é enganado e amordaçado pela tal 'democracia' comandada por 'habilidosos artistas', aos quais o grande obstáculo é chegar ao poder (única etapa e fração democrática que ainda existe), depois de assentarem no poleiro o poder político é tanto actualmente que estes de uma forma inteligente e perspicaz têm a possibilidade de controlar tudo com maior ou menor sobressalto.

ana bela disse...

Excelente texto de Jales de Oliveira. Infelizmente é a realidade nua e crua em que nos encontramos e a que nos espera.
Não sei porquê mas lembrei-me agora daquela música do Zeca Afonso "eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada"