segunda-feira, 21 de junho de 2010

Dureza

Podem chamar-me um radical, mas a melhor atitude que poderia ter um Presidente de Junta de uma freguesia como a de Arco de Baúlhe, perante este golpe, era colocar o lugar à disposição, remetendo para a assembleia de freguesia a decisão de eleger um novo executivo ou de convocar de eleições antecipadas.

33 comentários:

Anónimo disse...

ate pa se demitir precisa de pedir ao sr eng.. e se o senhor eng lhe lenvantar a voz ele vem com o rabinho entre as pernas como e o costume dele.. o arco precisa de um presidente duro , mas nao so de nome.... presidente esse que lute por todos nos . nao precisamos de um burro a frente a abanar com a cabeça...Precisamos de alguem que nao dê de mao beijada tudo aquilo que era nosso .. Tenho pena de a maioria das pessoas so se lembrarem disso agora, pois as eleiçoes ja foram...

Não acredito que se demita . porque ate pa se demitir e preciso ter "tomates", coisa que nunca teve nao sera agora que vai ter....

Pedro.M disse...

Enquanto não houver uma oposição credivel este Barreto vai fazer sempre uma perseguição a quem discordar e não lhe fizer a vénia. Nunca mais aparece a lista de independentes! para arrumar com esta escomalha::: o povo do arco também não merece outra coisa já lá vai o tempo em que no arco as pessoas tinham independência politica... isto é uma revolta orgásmica que acaba daqui a pouco e nas eleições fica tudo bem outra vez com este Barreto ou china ou chiquinho ou jorge machado, ou seja quem vier a suceder...

João P.M disse...

Arcoenses Não Tenham Medo ; Vejam o exemplo que aconteceu ao celestino vaz de Alvite e a outros militantes do PS por terem enfrentado Barreto:
1. apesar do PS retirar a confiança política ao Celestino o que é certo é que desde essa altura o PS nunca mais ganhou eleições em alvite o barreto já foi derrotado 2 vezes.
2. o Nóbrega Moura, apesar de ter pedido a demissão do PS por discordar da ditadura foi o unico que lhe papou umas eleições para a distrital da JS ao Barreto ao filho e ao chiquinho e pelos vistos não percisa deles para nada e ainda criou junto com o Miguel Gaspar um Jornal que os derrete sempre que lhes apetece e o barreto nunca o consegui fechar a adebasto.
3. o Helder vaz foi candidato contra o barreto para a distrital em cabeceiras e ninguem lhe fez mal nenhum tem emprego e caga para essa gente.
4. o Miguel Gaspar continua em grande com o Jornal O basto e não percisa do barreto para nada, como estes muitos mais casos há de independência politica e intelectual e tu victor tambem te considero neste leque, são pessoas como voces que se deviam juntar para serem alternativa a esta gente miudinha. voces não dependem de empregos são livres tem qualidade, e têm ideias para o concelho que se quer desenvolvido a nivel humano e cultural. os Arcoenses não devem ter medo da Afronta ao Duro ou ao Barreto eles no fundo são fraquinhos basta o povo querer.

Anónimo disse...

APoiado.... Jorge Machado

Anónimo disse...

Quem não se sentir livre para pesar na balança do Interesse Público o que em cada momento é melhor para a sua comunidade de eleitores, não tem condições objectivas para se posicionar em cargos executivos.
Se essa exigência não dá sinais de partir de cima, então estão criadas as condições para os cidadãos se fazerem ouvir no respeito a esse princípio.
JEQ

Anónimo disse...

onde está o velho povo das MANIF's, do arco
que até pneus queimava na velhinha ponte do seixo.

É ir a eles.... aproveitar a verdadeira da nossa vivência, não faltam aí histórias de opressão...

todos conquistaremos a verdade, e é a verdade que faz falta, no Arco.

Anónimo disse...

O Armando Duro ao sair... só vai ganhar saúde; tal como todos os políticos que rodeiam o sistema.

José Manuel disse...

O Vítor tem razão, ou o Armando arrepia caminho e vai a Cabeceiras convencer o Barreto de que o Agrupamento do Arco é para manter, dada a especificidade local, a cultura e o espírito bairrista, mas fundamentalmente o excelente trabalho que tem sido feito pela comunidade educativa com resultados muitobons, de que são exemplo iniciativas pedagógicas como a Feira Medieval, de fazer inveja às grandes escolas do litoral, ou caso contrário, o Duro não terá outra hipótese que não a demissão. Era um sinal de desapego ao poder de alguém que se deveria colocar ao lado dos interesses do povo que o elegeu. Eu diria mais: a Junta deveria demitir-se em bloco. Mas desconfio que os interesses falarão mais alto. O Duro não em coragem para isso, pois quando foram as eleições na escola andou com o chiquinho a pedir votos contra a direcção que acabaria por ganhar as eleições.

Anónimo disse...

VOTA PS

Jorge Miranda disse...

Desculpem-me a ousadia:

A falência do Estado em http://mirandablogue.blogspot.com/

Anónimo disse...

vitor recebi uma mensagem no facebook sobre uma "manif" e para ir em frente? acho uma optima ideia.....

Anónimo disse...

aiqumbertosofre:felizmente com esta medida, entre outras o fanático acaba de perder as proximas eleições na vila de Arco de Baúlhe!fanatismo cego não leva a lado nenhum e esse senhor está demente,só ve aquilo que lhe interessa,é a chamada "fome" de poder,REVOLUÇÃO,retirem-se todas as placas de cabeceiras na vila de Arco de Baúlhe, retirem-se todas as placas com o nome de eng. joaquim barreto na Vila de Arco de Baulhe, entreguem a casa do povo ao povo e deixam a emunibasto e a sua altiva, enjoada, anti-social e arrogante empregada...governem o Arco,sim, mas respeitando sempre quem por cá passou

Anónimo disse...

REVOLUÇÃO....BASTA DE VIVER A OLHAR PARA O CHÃO

Anónimo disse...

Parece-me um bocado exagero todos estes gritos de liberdade.. Há mt razão no que aqui foi escrito, mas muito exagero tb.O barreto é poderoso, mas nem tanto. O fecho dos agrupamentos é uma lei que vem de cima. não será so o do arco, mas muitos.
Já poe o Duro em questao? o povo do arco elegeu-o e ha bem pouco tempo. por isso não ha que se queixar. e que querem q ele faça? que se barrique na escola ou faça greve de fome?
é errado o fecho do agrupamento, claro que é . mas dai a querem revolta e manifs contra o barreto... nao é assim q se conseguem as coisas.
e nao fosse o barreto e cabeceiras nc teria saido da sepa torta.
O arco com a dita independencia nao passava mm de uma avenida com carros..

Augusto disse...

O que é que o Duro deve fazer? Ó anónimo das 16.38, o Duro deve dizer o que pensa, para que o povo saiba o que ele pensa sobre o encerramento do Agrupamento de escolas. Ou o senhor acha que não? afinal de contas é ele o representante máximo do povo do Arco... Ora bolas!

Anónimo disse...

Há directores de agrupamentos a serem chamados às direcções regionais, para tomarem conhecimento da “onda”. Um exemplo: Mangualde, no distrito de Viseu, tem 3 agrupamentos, cada qual com um número razoável de alunos; os 3 directores já foram à DREC para lhes ser lida a “cartilha”; fundir-se-ão num único mega-agrupamento! A bem de… de… não sei de quê!

Aparentemente, a sorte baterá à porta da maioria dos concelhos do país, numa “onda” de fusões. É estranho isto ainda não circular pelos blogues e não ser notícia na comunicação social.

Os mega-agrupamentos criarão desemprego e, muito provavelmente, muita confusão. Ainda não se sabe em que moldes funcionarão, nem qual será o grau de autonomia de cada estabelecimento.

Será o barreto tb podereso em viseu????

Anónimo disse...

Arquivo: Edição de 08-06-2010

Secção: Informação Regional

Proposta prevê a fusão dos agrupamentos de Izeda e Augusto Moreno, em Bragança. População está contra

Agrupamento de Izeda em risco

O Agrupamento de Escolas de Izeda corre o risco de ser fundido com o Agrupamento Augusto Moreno, em Bragança, perdendo os órgãos de gestão já no próximo ano lectivo.
Esta é, pelo menos, a proposta que está em cima da mesa, comunicada, no início do mês passado, pelo coordenador da Equipa de Apoio Educativa Nordeste, Terra Fria e Arribas, Luís Martins, ao director da Escola Básica de Izeda.

e muitas mais haveria a colocar..
como vêm é por todo o pais que isto está a acontecer.
Se o barreto podia impedir? acho que sim e devia, mas daí a querem um novo 25 de abril sem ditadura...
parece-me demais!
a politica e assim. hj beneficiam estes.
amanham serao os que hj se queixam...

Pedro M disse...

Se não fosse o barreto era outro qualquer, até parece que o desenvolvimento infraestrutural " porque foi a única coisa que ele fez e tem feito" não teve outras pessoas ora essa!...para além do que foi dito ...ele até é um pouco provinciano ligeiramente ignorante e com pouquissima cultura geral...usa é a formula ditaturial para esconder as fragilidades... HÓ anonimo das 16:38 que desenvolvimento que quê o povo em cabeceiras passa fome e não tem emprego e se o desenvolvimento são estradas e festas muito mal vai cá o burgo...

Anónimo disse...

o anónimo das 16:38 tem toda a razão.
nada a fazer contra o poder central.
quanto ao presidente da junta, seu executivo e respectiva assembleia....como diria alguém um dia...mudam as moscas...de nada vale mudar a cor política do arco, as ambições das pessoas continuam as mesmas, só se importam com os "tachos", sempre foi assim e sempre será....o arco nunca saiu da cêpa torta, nem vai sair.

Vítor Pimenta disse...

Caríssimos.

O que está aqui em causa não é o facto do sr. presidente da câmara ter ou não poder.

Está antes a má gestão do caso junto dos directores e dos munícipes. Está em causa não se ter batido contra mais esta medida do PEC, que aliás, tem sido - com hipocrisia q.b.- apoiado pelo PSD e CDS. E

Quem não se lembra da manifestação contra o Encerramento do Internamento - isso sim, ridículo, aliás afirmei-o aqui no blogue - que levou à ampliação do centro de saúde?

Anónimo disse...

mas, existe sempre um mas ó maldito....serão as pessoas detentoras de determinados cargos públicos (políticos ou não) pró-activas? olha que já há muitos anos que não se vê tal!!!
(o que disse da sua justiça às 19:43 :)

Dario Silva disse...

E logo o Barreta, com tão boas connections em Lisboa... aquilo até vai autocarros directos pr'á capital...

Anónimo disse...

Esta dos autocarros já mete nojo Sr, Dário... arranje outra se faz favor...


Cabeceirense

Anónimo disse...

o anonimo do pensar basto das 16:30.só das musica socialista ao povo.tens ar de politico antigo,falso, de discurso colorido, mas no fundo és igual.oportunista de gema,que pia baixo por perto e alto ao longe

Anónimo disse...

onde está o duro agora? e a oposição? a vilas, nada diz, não quer saber?enfim..saudades da monarquia

Embrulha disse...

a culpa agora é da oposição??? Pelo amor de Deus... tenham dó!

Votaram no Duro agora embrulhem!

Carlos Leite disse...

Caro anónimo das 13:31, se pretendia referir-se a mim, no seu brilhante comentário, mostra uma falta de sensatez tremenda, primeiro porque não assume o que escreve, depois tenta associar aquele comentário a quem não o escreveu.

E só escrevo isto, porque sei que pretende com isto desviar atenções daquilo que é essencial, e criar guerrinhas entre comentarios.Se quiser passe pelo Pensar Basto, e note que o que escrevo por lá, nada é anonimo, e relativamente a este processo tenho a opinião assumida, e fui dos primeiros a denunciar esta malfadada noticia para o Arco de Baulhe.

O problema do Arco, é que as pessoas em vez de se unirem de forma a defender o melhor para o Arco pensam primeiro nos seus interesses pessoais, e depois tentam acusar quem pretende contrariar essa tendência.

É preciso um rumo para o Arco, e note-se que a perda do Agrupamento se irá tornar numa machadada definitiva, numa identidade arcoense, que imperava por uma autonomia interessante a nível de cultura e economia desgarradas de cabeceiras.

Dario Silva disse...

Oh Cabeceirense,

Tem alguma coisa contra os autocarros de Cabeceiras em Lisboa? Acham que até lhe deviam fazer uma estátua, ao autocarro, claro, que é preciso merecer para ser levar c'uma estátua erecta.
Não é pra todos, é só pra'lguns eleitos.

Anónimo disse...

Oh Carlos Leite deves-te achar deves, o povo do Arco pensa em interesses e tu pensas em quê?

Carlos Leite disse...

Politicamente penso no futuro que pretendemos para a nossa terra, numa estratégia para tirar esta terra do marasmo, e não numa forma de ficar bem e todos os outros ficarem mal, que é o que se passa por muita boa gente neste caso e noutros semelhantes que tem deixado o arco embalado neste triste fado.

Anónimo disse...

"O problema do Arco, é que as pessoas em vez de se unirem de forma a defender o melhor para o Arco pensam primeiro nos seus interesses pessoais, e depois tentam acusar quem pretende contrariar essa tendência".

vai falar mal da tua terra e das gentes da tua terra.erras-te claramente ao generalizar pois, ja agora, deduzo que toda a gente de canedo é falsa e fala pelos cotovelos assuntos que não lhe dizem respeito.educação fica-te bem, mas pelos vistos não a aproveitas-te enquanto a tiveste de graça.dispensa-nos dos teus comentários pejurativos, a roçar o insulto.interesseiro és tu.quem és tu para estar a dizer o que dizes das pessoas do arco?ocupa o teu lugar na sociedade.até na bola te metes agora..mas, só para dar a cara pk o projecto é bom.e enquanto esteve mal, aonde estiveste?e, segundo se consta,e é
um facto,o jovem leite,só aparece lá para comer.vitor,como admites que esse jovem insulta as gentes do arco?se o conheces xama-o a razão

Vítor Pimenta disse...

Caro anónimo.

Subscrevo muito do que o Carlos Leite diz. A verdade faz bem como a penicilina mas dói no local da injecção.

Carlos Leite disse...

Caro ANONIMO, admito claramente que errei ao generalizar, no entanto no comentário que fiz, estava a dirigir-me a um anónimo em concreto, e a defender-me de uma acusação muito grave. Eu sei que nem todas as pessoas do Arco põe os interesses pessoais à frente dos sociais, mas parece-me que a tendência que ganha é essa, pois se uns o fazem outros permitem-no.

Quanto a Canedo, nem toda a gente é falsa como eu, nem toda a gente fala pelos cotovelos como eu, mas geralmente gritam e agem em auxilio do vizinho.

Como amigo de muitos arcoenses, sempre falei com todos e nunca tive problema a dizer o que penso e manifestar opinião.
Se me conhece tão bem, saberia que paguei muito pela educação e formação que tive, e penso que não insultei nem fui mal-educado com as pessoas do Arco, disse o que pensava e assinei por baixo, assumindo todas as consequências que isso possa trazer. Se fosse mais um anónimo no meio dos outros anónimos, e muitos deles arcoenses, estaria tudo bem?

E se apareci onde apareci, fui por convite expresso e insistente de arcoenses que levantaram o DAB, que me fez sentir querido na terra onde há sete anos tenho o coração dedicado, e por isso sinto-me em condições para o convidar também a fazer parte deste projecto porque faz falta gente para trabalhar no DAB.

Penso no entanto que, tal como o primeiro comentário, o intuito deste comentário é comprar guerrinhas entre comentadores, e desviar atenção do que é essencial.


EU SOU ASSUMIDAMENTE CONTRA O ENCERRAMENTO DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO ARCO, PELO FACTO DE ISSO FERIR DE MORTE, A IDEIA QUE TENHO PARA O FUTURO DA NOSSA TERRA.

SE é CONIVENTE COM ESTA ATITUDE,do encerramento do agrupamento e da forma que ele está a ser feito, E SE ME REPREENDE POR EU, A DENUNCIAR AO SETE VENTOS, NESSE CASO FAZ-ME SENTIR ORGULHOSO POR SER ARCOENSE á POUCO TEMPO, MAS MAIS ARCOENSE QUE O CARISSIMO, SENSIVELISSIMO E DIGNISSIMO anónimo.