segunda-feira, 14 de abril de 2008

Gine Qua Non

O Marco Gomes do Remisso entregou o blogue de pernas abertas a 5 mulheres com 5 ditos e 5 canções. Espreguiçou-se no seu divã de ocioso - muito bem! - ficamos com coisas bonitas de se ler e de se ouvir.

Mas todas as honras entregues são escassas perante a beleza da mulher como incubadora da Humanidade. Quem assiste a um parto, poucos milagres mais precisa de ver na vida para se converter às virtudes da maculada concepção.

7 comentários:

josé manuel faria disse...

Bonito.

Anónimo disse...

Vi hoje uns cartazes espalhados pelos cafés, em que te anunciavam como palestrante, sobre o futuro de cabeceiras.bom , pelos vistos os blogues até dão fama e se for a criticar a cãmara ainda dão mais. pelo que parece também já te juntas-te aos independentes, por este andar no PS de cabeceiras só vai ficar o cds e alguns do psd que se venderam ao barreto e para o ramalhete não ficar descomposto lá aparecerá um ou outro ortodoxo a ostentar o cartão de militante. menos mal, esta cena de governar sempre o mesmo já mete nojo! mas vêlá não critiques muito o Duro porque ele ainda diz ao chefe para te expulsar!!!só tenho pena é do PC estar entregue a quem está...por fim parabéns pela promoção e cuidado que o barreto vai ouvir tudo pela rádio!

Vítor Pimenta disse...

Caro anónimo da 1:13. Esclareça-se que não me juntei a independentes nem a dependentes... Fui convidado, por uma associação, como blogger de Cabeceiras, para participar numa palestra/debate com a Sociedade Civil. E faço-o como um interessado cidadão apenas, que quer partilhar pontos de vista, livremente. Mas não há nenhuma atitude de demarcação ou colagem política da minha parte.

José Duarte disse...

Caro anónimo permita-me que lhe diga que lhe diga que com comentários desse genéro o único comentário que desponta é que não demonstra ser uma pessoa "iluminada".

José Duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Duarte disse...

P.S.

Senhor anónimo,o senhor avisa o caro Vitor Pimenta para ter cuidado com o que diz, diz isto num tom parece-me a mim satirico e com algum sarcasmo á mistura,diga-me porque há uma dúvida que persiste,não será o senhor por si próprio motivo de sátira?E o maior cuidadoso aqui parece ser o senhor,uma vez que,ou muito me enganam os meus olhos ou não me pareceu ver nenhuma identificação sua,ficando-se pelo refúgio do anónimo.